Sexta-feira, 9 de maio de 2014

Juiz tenta conciliação antes de reintegrar a ocupação Copa do Povo

O juiz Celso Maziteli Neto, da 3ª Vara Cível de Itaquera, em São Paulo, marcou para o próximo dia 23 uma audiência de conciliação para discutir a situação da ocupação Copa do Povo. O magistrado havia determinado ontem (7) que as 2,8 mil famílias que estão na área, que pertence à Viver Incorporadora, deveriam sair do imóvel em 48 horas.

O juiz tomou a decisão após analisar o recurso do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) contra liminar que autorizava a ação reintegração de posse. Apesar de manter a decisão inicial, Maziteli Neto disse que só decidirá sobre o despejo depois da tentativa de solucionar o impasse pacificamente. “Analisarei eventual expedição de mandado de reintegração de posse nesta oportunidade, se não tiver até lá havido a já determinada desocupação da área, bem como não sobrevier acordo em relação ao objeto deste litígio”, disse o magistrado.

A ocupação foi um dos temas discutidos no encontro de representantes do MTST com a presidenta Dilma Rousseff e o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, na tarde de hoje. A reunião aconteceu antes da visita da presidenta ao Itaquerão, estádio que receberá a abertura da Copa do Mundo. Os barracos estão em um terreno que fica a 4 quilômetros da arena.

Haddad também defendeu a busca de uma solução pacífica para a situação. “Estamos em diálogo com o movimento e também com o proprietário. O que nós queremos é que as pessoas possam apresentar as suas reivindicações pacificamente”, disse.

Mais cedo, o movimento tinha mostrado disposição de resistir a um eventual despejo.“Não queremos outro massacre do Pinheirinho. Nem que a imagem da Copa do Mundo no Brasil seja definitivamente marcada por um conflito violento e massacre de trabalhadores sem teto”, destacou a nota divulgada pelo MTST.

 

Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil Edição: Helena Martins
imagem Ben Tanever

Sexta-feira, 9 de maio de 2014
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend