“Estamos chafurdados de lama até o pescoço” – diz diretor de documentário sobre sistema judiciário
Quarta-feira, 8 de outubro de 2014

“Estamos chafurdados de lama até o pescoço” – diz diretor de documentário sobre sistema judiciário

Nenhuma população carcerária cresce na velocidade da brasileira, que já é a terceira maior do mundo. “Sem Pena” desce ao inferno da vida nas prisões brasileiras para expor as entranhas do sistema de justiça do país, demonstrando como morosidade, preconceito e a cultura do medo só fazem ampliar a violência e o abismo social existente.

Entrevistamos essa semana Eugenio Puppo, diretor do documentário “Sem Pena”, que acabou de estrear nos cinemas de todo o país.  Puppo abriu o jogo revelando para o Justificando: “Foi uma experiência humanística sem precedentes”.

O filme mergulha de cabeça na realidade do sistema carcerário e nos bastidores do judiciário. Para entender esse universo foram entrevistados juízes, defensores, advogados, assistentes sociais e, claro, detentos.

Afinal de contas, qual é o papel do juiz na sociedade e qual é a verdadeira função dos presídios? Esses são alguns dos questionamentos centrais abordados pelo “Sem Pena”.

“Temos uma série de pessoas presas de maneira desumana, como você consegue conviver com isso? Fecha os olhos e empurra com a barriga? Alguma coisa está errada.”

Retratos desse sistema desumano são cruamente expostos: são cidadãos presos por engano; detentos que esperam anos por uma audiência; defensores públicos, filósofos e professores criticando o sistema. Tudo retratado sem mostrar semblantes e suas respectivas etiquetas (ou designações), a fim de tocar os telespectadores pelo que os entrevistados dizem e pela não pela superficialidade da “casca” que é o corpo, a primeira parte que se nota. Tudo retratado da mesma maneira que o sistema judiciário trata, onde não existem rostos, mas números; números numa espera infindável.

“Em síntese, é uma sociedade extremamente punitiva, um Ministério Público por vezes vingativo, um poder judiciário que prende muito e uma polícia repressiva.” 

Confira o trailer do documentário:

 

Quarta-feira, 8 de outubro de 2014
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend