Conheça as melhores (ou piores) propagandas de advogados dos últimos tempos
Quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Conheça as melhores (ou piores) propagandas de advogados dos últimos tempos

No Brasil, o Código de Ética da OAB não permite que os advogados façam publicidade em rádio, televisão, outdoors e panfletos. Para nós, restou apenas o site na internet, a placa de identificação do escritório e o cartão de visitas.

Se um advogado participar de um programa de televisão, por exemplo, deve limitar-se a entrevista ou a exposição de assuntos jurídicos de interesse geral e jamais fazer propaganda do seu escritório.

A publicidade para os advogados, com suas permissões e vedações, está prevista no Código de Ética da OAB (Capítulo IV) e no Provimento n? 94/2000. O principal argumento em torno dessa política é garantir que a atividade dos advogados não se confunda com a atividade empresarial.

Nos Estados Unidos, as regras variam conforme o estado. Em Nova Iorque, por exemplo, as propagandas impressas só podem conter endereço e número de telefone, e as especialidades da firma só podem ser especificadas se a firma for, de fato, licenciada nas tais especialidades. Na Flórida, celebridades não podem aparecer nas propagandas. Em estados como o Arkansas e Nevada, a atuação tem limites: há proibição ou restrição no uso de dramatizações e simulações feitas nos comerciais – o que é uma pena, uma vez que os advogados parecem ter tino para o ofício. Confira abaixo.

 Trailer de Hollywood

Música de ação e um clássico telefone vermelho tocando. Esse comercial, que mais parece o trailer de um filme, é de um escritório especializado em acidentes de carro e divórcios, dois dos principais temas de propagandas de advogados no Estados Unidos.

Advogado Hip Hop

Enquanto uns apostam em propagadas de ação, outros apostam no hip hop.  Com o refrão “você precisa de um advogado”, o rapper (e advogado) apresenta diversas situações onde sua atuação será necessária, como na hora de assinar um contrato, se divorciar da sua esposa ou até mesmo pedir a transferência de cela dentro de um presídio.

O que pode ser pior?

Se um acidente de carro deixou você desfigurado, incapacitado, com cicatrizes, ossos quebrados, queimaduras, ou ainda, paraplégico, tetraplégico ou em estado vegetativo, então é melhor ligar para Berge & Green, ele promete acionar o seguro do seu carro e conseguir toda a indenização que você merece.

Mega Produção

Jamie Casino é um ator metido a advogado, ou vice versa. No comercial ele conta um pouco de sua trajetória pessoal. Iniciou sua carreira defendendo criminosos, até que um dia seu irmão foi assassinado durante um assalto. Essa foi a reviravolta épica que fez Jamie se tornar um advogado dos pobres e indefesos. Ah, claro, e que fez Jamie tornar-se um grande ator também.

007

Carrões, mulheres bonitas, tiros e no meio de tudo isso um escritório de advocacia tentando conquistar novos clientes. “Antes de tomar uma decisão errada, faça o telefonema certo”, um belo slogan para um péssimo comercial.

Machete

Neste comercial, uma pobre cidadã de bem narra como uma folha de papel cortou seu dedo. Ao final, mostrando um curativo no dedo indicador, ameaça indignada: “Alguém vai pagar por isso.”

“Não ouse ligar para o Crowe!”

O Estado quer que a dívida seja paga, mas você precisa alimentar sua família. É aí que entra Denvil Crowe, o advogado que promete ser o pior pesadelo dos cobradores.

Músculo, talento e resultados

Surge a voz onipotente. Eles não são atores, mas advogados de verdade. Acidente de trabalho? Três advogados prometem fazer os manda-chuvas pagarem. Em outro de seus vídeos, o advogado-ator principal comenta como adora o cheiro do suor da companhia de seguros pela manhã. 

Da série: “Contra fatos não há argumentos”

O advogado-faz-tudo mostra que uma imagem vale mais que mil palavras.

O Escritório Mais Bonito Da Cidade

Os advogados da Benton Lloyd & Chung mostram que além de suas especialidades também dominam (de maneira errada) o basquete.

Quarta-feira, 29 de outubro de 2014
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]