Oportunidades de negócio em meio à crise econômica nacional
Terça-feira, 31 de março de 2015

Oportunidades de negócio em meio à crise econômica nacional

Por Flávio Leal

// Colunista Just

 

Caros leitores do Justificando.com, meu nome é Flávio Leal e sou profissional de Marketing Jurídico. Atuo na área desde 2009 e acumulo no meu currículo passagens por consultoria especializada na área, bancas de pequeno, médio e grande porte. A partir desta semana, escreverei sobre este tema aqui no portal.

O intuito desta coluna é contar um pouco mais sobre marketing para um público cujo assunto não foi prioridade durante a vida acadêmica. Hoje, infelizmente, os cursos de Direito não possuem nenhuma disciplina focada em orientar os advogados no sentido mercadológico da área. A ideia é apresentar aos leitores soluções de marketing eficazes, ações que realmente potencializam a atuação de um advogado.

Muitas vezes, o advogado é talentoso, esforçado e empreendedor, mas não sabe como mostrar estas qualidades ao mercado. Todos nós sabemos que a OAB aplica restrições relacionadas à Publicidade e Propaganda no segmento jurídico, e estas prejudicam, principalmente, os pequenos e médios escritórios. Mas escrevo com plena convicção que existem sim diversas ferramentas de marketing que podem ser utilizadas onerando nenhum ou quase nenhum custo para as bancas interessadas. Basta ter disciplina.

A crise econômica que o Brasil vem enfrentando, ainda que caótica, é muito interessante, tanto para os pequenos quanto para os grandes escritórios de advocacia. O motivo é claro. As empresas precisarão cortar despesas, o que certamente respingará no orçamento do departamento jurídico, fazendo com que os honorários pagos comecem a ser questionados. O desafio para as grandes bancas é mostrar às empresas que o preço de seus honorários são justos; para os escritórios de pequeno/médio porte é ampliar o seu share no mercado junto as maiores empresas do país.

Analisando mais a fundo o cenário, os grandes escritórios devem focar seus esforços para buscar clientes nas áreas de contencioso e arbitragem, reestruturação de empresas, compliance e direito tributário. Já os menores, devem buscar com grande probabilidade de êxito áreas como direito trabalhista, societário e gestão patrimonial.

Portanto, o conselho para os grandes escritórios é buscar ações assertivas de marketing. O momento não é para gastos e experiências sem retorno tangível. Já aos menores, o caminho é aparecer no mercado, chegar ao campo de visão das grandes empresas. E este objetivo, definitivamente, é inalcançável sem marketing.

Nos próximos artigos continuarei discorrendo sobre oportunidades de marketing para escritórios de advocacia, sobretudo para aqueles advogados com espirito empreendedor e muita vontade de prosperar, no entanto, sem conhecimento técnico profundo sobre o tema.

Minha coluna será semanal. Conto com vocês na semana que vem.

Muito obrigado.

Flávio Leal é publicitário e profissional de Marketing Jurídico. E-mail: [email protected]

Terça-feira, 31 de março de 2015
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend