Networking com pessoalidade é uma das chaves para o sucesso de advogados
Terça-feira, 7 de abril de 2015

Networking com pessoalidade é uma das chaves para o sucesso de advogados

Por Flávio Leal

//Marketing Jurídico

 

Caros leitores da minha coluna, hoje vou abordar um tema que, com certeza, não é novo: Networking.

Após analisar o resultado de uma pesquisa de mercado realizado por uma conceituada consultoria de marketing, fiquei abismado com o grau de importância que o networking possui como ferramenta de prospecção no meio jurídico. Não vou abrir a pesquisa inteira, mas só preciso dizer uma informação para continuar escrevendo este artigo. De 150 empresas entrevistadas, 83% delas buscam informações com amigos e colegas advogados no momento da contratação de um escritório de advocacia; 70% buscam informações com amigos e colegas empresários/pessoas de mercado. 

Do ponto de vista do Marketing, é muito fácil concluir que ações voltadas ao networking entre advogados do escritório e de empresas devem ter uma grande importância no plano de Marketing da banca, seja ela pequena, média ou grande.

Ficam aqui algumas perguntas:

– Diante destes dados apontados acima, você considera que o networking possui a devida importância no seu planejamento de Marketing?

– Seu escritório possui um planejamento de ações de networking ordenadas e divididas ao longo do ano?

– Quais ações de networking seu escritório tem feito?

– Como é feita a divisão da sua verba de Marketing? Se você ainda não tem, considere reservar entre 2 a 5% do seu faturamento para investimentos em desenvolvimento de negócios.

O fato é que o networking está extremamente ligado ao relacionamento com o cliente, e é possível sim fazê-lo de forma institucional. Jantares, peças de teatro, happy hours, livros, convites a diretores jurídicos para palestrarem em conjunto com os sócios, ligações, brindes, enfim, qualquer ação que fortaleça o relacionamento do seu advogado com o seu cliente/prospect é valida para conseguir fechar negócios em curto, médio e longo prazo. Fica o adendo que é indispensável adicionar pessoalidade a estas ações.

Isso porque procurar o empresário/profissionais de departamentos jurídicos apenas quando quiser fechar ou oferecer algum serviço não é uma estratégia eficaz. Mantenha contato constante com o seu público-alvo.

Para finalizar, é espantoso como o Marketing Jurídico ainda está engatinhando no Brasil e, ainda como fator negativo, temos um Código que rege as nossas atividades de forma extremamente ultrapassada, que não impulsiona a competitividade entre os players. Buscar ações que possuem efetividade tangível é um grande desafio e com certeza o networking é uma delas.

Até a próxima!

Flávio Leal é publicitário especializado em Marketing Jurídico. E-mail: [email protected] 

Terça-feira, 7 de abril de 2015
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend