Carmen Lúcia – “Sociedade do politicamente correto, do pensamento único é a do não pensar”
Segunda-feira, 18 de maio de 2015

Carmen Lúcia – “Sociedade do politicamente correto, do pensamento único é a do não pensar”

Por Brenno Tardelli

// IV Encontro Anual da AASP

 

A ministra Carmen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, encerrou neste sábado (16), o VI Encontro da Associação dos Advogados de São Paulo – AASP. A palestra de encerramento da ministra teve como tema a liberdade de expressão.

De jeito doce e contador de histórias, Carmen Lúcia dividiu a atenção do público com casos e pensamentos críticos. Para ela, a liberdade de expressão tem que ser plena, como forma de concretizar a democracia, inclusive em relação às opiniões que ela discorda diametralmente. A ministra criticou ao que ela chamou de Politicamente Correto – “Todo mundo tem que ser igualzinho”.

“A sociedade do politicamente correto, do pensamento único é a sociedade do não pensar. Fico imaginando como seria Vinícius de Moraes (ícone do politicamente incorreto do passado)”. Carmen defendeu o crescimento do pensamento crítico ao passo que as visões e opiniões sejam múltiplas. 

Apesar de defender o politicamente incorreto, o qual algumas vezes se utiliza de discriminação como forma de humor ou crítica, a ministra defende pautas que normalmente costumam a serem alvo desse tipo de pensamento. Em uma das suas passagens, fez questão de levantar a bandeira feminista – “mulheres morrem todos os dias apenas por serem mulheres. Homens não”. 

Carmen Lúcia defendeu que a falta de independência de pensamento leva pessoas a abdicarem da reflexão e fazerem coisas que não precisam – “Tem um ditado que eu falo para os meus alunos: você pensa por você? Pensa mal. Quem pensa por você é o comercial” –  ironizando sobre o consumo de coisas desnecessárias. 

Segundo a ministra, somente a liberdade de imprensa e expressão plena que pode construir um pensamento crítico para evitar essas formas de alienação. “Pessoas falam mal do Supremo o tempo todo. Vou fazer o quê? Tem que falar. Faz parte da Democracia”.

Foto: Carine Oliveira

Segunda-feira, 18 de maio de 2015
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend