Minas Gerais implantará programa de inclusão social de travestis e transexuais
Quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Minas Gerais implantará programa de inclusão social de travestis e transexuais

Inspirado no projeto TransCidadania, da prefeitura de São Paulo, o governo de Minas Gerais implantará um programa de inclusão social da população transgênera. As informações foram divulgadas ontem (13), pela Agência Minas.

Por ora chamado de "Cidadania Trans", o programa é fruto da parceria entre as secretarias do Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac), Educação, Saúde, Trabalho e Desenvolvimento Social, além de envolver os movimentos sociais engajados na causa trans.

O coordenador Especial de Políticas da Diversidade Sexual da Sedpac, Douglas Miranda, disse à Agência Minas que "a gente tem que começar a dar visibilidade para essa população, que sempre foi invisível". Segundo o coordenador, essa visibilidade será criada através da garantia de "cursos de capacitação" à população trans, em conjunto a uma "harmonização" ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Também serão oferecidos trabalhos formais às travestis e transexuais.

TransCidadania

Também em janeiro do ano passado, o prefeito da cidade de São Paulo Fernando Haddad anunciou o programa TransCidadania. O lançamento foi feito na Biblioteca Mário de Andrade, e contou com a participação da população trans.

No primeiro semestre de 2015, foram disponibilizadas 100 vagas. Cada um dos inscritos tinha direito a uma bolsa de R$ 840,00, desde que cumpridas as 30 horas de formação escolar e profissional. Ao fim do semestre, apenas 10% dos participantes pararam de frequentar as atividades.

Com informações de Agência Minas
Quinta-feira, 14 de janeiro de 2016
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend