61,4% dos Defensores Públicos Estaduais querem porte de arma
Segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

61,4% dos Defensores Públicos Estaduais querem porte de arma

Aproximadamente 2 em cada 3 Defensores Públicos Estaduais são favoráveis ao porte de arma. Foi o que mostrou na última semana o IV Diagnóstico da Defensoria Pública no Brasil, pesquisa realizada pelo Ministério da Justiça. Entre Defensores Públicos Federais, 44,8% são favoráveis ao porte.

No Estudo realizado pelo Ministério, todos os Defensores e Defensoras do país, Estaduais e Federais, receberam um questionário com uma série de perguntas, desde questões concernentes à rotina de trabalho, como perguntas acerca da opinião sobre determinado tema, como, por exemplo, porte de arma para membros da carreira.

Neste quesito em particular, a resposta foi impactante: 61,4% dos Defensores Públicos Estaduais são favoráveis ao porte; 20,4% declararam não ter opinião formada, enquanto apenas 18,2% se posicionaram contra. De outro lado, embora seja o posicionamento majoritário, menos defensores e defensoras manifestaram apoio ao porte de arma: 44,8% foram favoráveis, 25,2% não tinham opinião formada e 30% são contrários.

O alto número surpreendeu, inclusive, membros da carreira. Para o Defensor Público Federal, Caio Paiva, a luta pela equiparação entre defensoria e Ministério Público, deve respeitar a identidade de cada carreira – "A estatística é preocupante, pois revela uma tendência da Defensoria e dos defensores de colocarem a equiparação constitucional acima da identidade institucional. De algum modo, o desafio da Defensoria para os próximos anos será não se perder de si".

Vale lembrar que a pauta armamentista geralmente é ligada a um pensamento político mais adepto ao punitivismo e à justiça com as próprias mãos, ambas características que, ao menos no plano ideológico, não são próximas do discurso da Defensoria. Nosso discurso não combina com armas – completou Paiva.

Atualmente tramita no Senado Federal um Projeto de Lei (30/2007), que visa ampliar o número de agentes públicos com direito a porte de armas, dentre eles integrantes da carreira da Defensoria Pública.

Segunda-feira, 18 de janeiro de 2016
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend