JBS pagará R$ 10 mi de indenização por violação a direitos trabalhistas
Terça-feira, 30 de maio de 2017

JBS pagará R$ 10 mi de indenização por violação a direitos trabalhistas

Foto: Reprodução/Facebook JBS

O grupo JBS vai pagar indenização de R$ 10.078.000,00 em decorrência da demissão de trabalhadores da unidade da empresa em Presidente Epitácio, fechada em setembro de 2011. O acordo foi assinado com o Ministério Público do Trabalho (MPT) no dia 25 deste mês. 

O frigorífico desligou todos os empregados sem realizar prévia negociação coletiva que concedesse alguns benefícios aos demitidos, com o objetivo de minimizar os impactos sociais causados por uma demissão em massa.

O montante será pago em seis parcelas bimestrais, quantia essa que será revertida diretamente aos trabalhadores demitidos (são 1.114 ex-empregados). A primeira parcela tem previsão de pagamento para 26 de junho de 2017. A divisão dos valores e as prioridades de pagamento serão definidas oportunamente pelo MPT, que já está tomando as medidas necessárias para viabilizar a destinação.

Além da indenização aos trabalhadores, o JBS se comprometeu a pagar R$ 240 mil por danos morais causados à coletividade, até o dia 25 de maio de 2018. O acordo também prevê que o frigorífico deverá oferecer cursos profissionalizantes para os ex-empregados. O MPT tem seis meses para apresentar a relação de interessados.

O acordo foi formalizado na sede da Procuradoria do Trabalho no Município de Presidente Prudente pela procuradora Renata Aparecida Crema Botasso, e apresentado, através de petição, ao juiz do trabalho de Presidente Venceslau, José Roberto Dantas Oliva, para homologação na mesma data.

Com informações da Assessoria de Imprensa do MPT. 

Terça-feira, 30 de maio de 2017
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend