Delegado que fez busca e apreensão na casa de filho de Lula é afastado
Quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Delegado que fez busca e apreensão na casa de filho de Lula é afastado

Foto: Marcos Cláudio, Marisa e Lula durante campanha em 2016. Reprodução/Facebook

Para preservação das investigações, o delegado da Polícia Civil da cidade de Paulínia, responsável pela busca e apreensão na casa do filho do ex-presidente Lula, Marcos Cláudio, foi afastado nesta quarta-feira (11). A medida é apontada como ilegal por Juristas.

De acordo com a nota da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP), o secretário Mágino Barbosa Filho determinou “a instauração de procedimento administrativo para apurar em que condições ocorreu uma diligência de busca e apreensão realizada ontem (10)”. 

Leia também: Invasão em casa de filho é mais um abuso judicial perpetrado contra Lula e sua família

“Processo penal no Brasil é um jogo para direcionar interesses políticos”, afirma Ela Wiecko

A ação foi deflagrada após uma denúncia anônima sobre o uso de drogas no local. E embora nada tenha sido encontrado, a polícia apreendeu notebooks, documentos, CDs, DVDs e disquetes de Marcos.

A denúncia anônima, porém, não é definida como razão para autorizar a busca e apreensão, segundo o Código de Processo Penal. Para o advogado da família de Lula, Cristiano Zanin Martins, a medida teve caráter abusivo.

Mandado de busca e apreensão mostra que polícia deveria apreender “entorpecentes, armas e outros objetos ligados ao crime”.

 

Quarta-feira, 11 de outubro de 2017
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend