Juarez Cirino dos Santos inicia série de 12 artigos no Justificando sobre Caso Lula
Quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Juarez Cirino dos Santos inicia série de 12 artigos no Justificando sobre Caso Lula

Jurista de reputação mundial pelas contribuições intelectuais e epistemológicas à criminologia crítica, Juarez Cirino dos Santos é autor da série exclusiva para o Justificando “A guerra de Moro contra Lula”, que chegará ao seu episódio final no dia 24 de janeiro de 2018, data do julgamento da apelação pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre.

Professor Titular de Direito Penal da Universidade Federal do Paraná, Cirino destaca-se como pioneiro e maior nome da Criminologia Radical, a qual relaciona o crime e controle do Estado como processos estruturais e institucionais decorrentes do racismo, capitalismo e a relação entre explorador e explorado. Seu livro “Curso de Direito Penal” é aclamado pela academia como uma das grandes obras já produzidas pela intelectualidade jurídica brasileira.

A série terá 12 artigos, os quais serão publicados diariamente aqui no portal sobre o julgamento que, sem sombra de dúvidas, é um dos mais comentados na mídia brasileira em toda história. Cirino, que foi advogado do ex-presidente durante grande parte do caso, teve contato íntimo com o processo e desnudará o que está sob julgamento. Seu nome veio a conhecimento do público quando em uma tensa audiência do caso, “puxou a orelha” de Moro sobre a atuação do juiz na ocasião.

Seus textos abordarão desde a parcialidade do juízo na causa, até episódios como interceptação telefônica e postura do magistrado contra a defesa, indicando partes específicas no processo para jornalistas de outros veículos se situarem e constatarem a informação por si próprios, comprovando a vericidade do que está dito. 

O primeiro artigo será da série tratará da evidente e chocante parcialidade do Juiz Sérgio Moro – “Todos os que acompanham com um mínimo de senso crítico o Caso Lula – que ficará na história como o caso da guerra do Juiz Moro contra Lula – são invadidos pela perturbadora percepção, ou assaltados pela inquietante impressão de que o objetivo do Juiz Moro, desde as primeiras investigações até a sentença final, era condenar Lula. É o caso mais evidente, na história da justiça criminal brasileira, de um processo penal construído sobre uma hipótese judicial, que unificou a ação do órgão da jurisdição com a ação repressiva dos órgãos da acusação penal e da investigação criminal contra um cidadão brasileiro” – afirmou o jurista.

Cirino, que produziu os artigos espontaneamente, afirmou à redação que disponibilizou o material ao Justificando e à Carta Capital pela luta de ambos contra o autoritarismo na sociedade brasileira – “a defesa do Lula se confunde com a defesa da Democracia no Brasil e, nessa tarefa, o Justificando e a Carta Capital têm um papel decisivo, como segmento de ponta da imprensa eletrônica na luta contra o autoritarismo na sociedade brasileira. Por isso, estou remetendo os artigos, com exclusividade”.

O primeiro artigo da série de doze publicações vai ao ar nessa sexta, 12, exatos doze dias antes do julgamento que todos parecem prever o resultado.

Quinta-feira, 11 de janeiro de 2018
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend