Brasil será sede de Fórum Internacional pelos Direitos da Natureza
Terça-feira, 29 de maio de 2018

Brasil será sede de Fórum Internacional pelos Direitos da Natureza

O evento acontecerá  em São Paulo, com debates,  shows e outras atividades artísticas

No próximo final de semana, nos dias 03 e 04 de junho de 2018, São Paulo será sede do 2º Fórum Internacional pelos Direitos da Mãe Terra. O evento que também tem respaldo da ONU (Organização das Nações Unidas) integra o movimento de luta pelo reconhecimento da Natureza como sujeito de direitos. O evento visa fortalecer neste momento difícil no país um debate urgente sobre as temáticas ambientais, com fim de pautar a ação dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Organizado pela ONG MAPAS (Métodos de Apoio à Práticas Ambientais e Sociais), juntamente com diversos outros ativistas voluntários, o Fórum entrou para o calendário oficial da Semana Estadual do Meio Ambiente de São Paulo. O primeiro dia de atividades acontecerá no Parque Villa Lobos, das 9h às 18h e, o segundo, na Câmara Municipal de São Paulo, no mesmo horário.

A entrada nos dias do evento é gratuita e os participantes desfrutarão de atividades artísticas, palestras, mostras de práticas sustentáveis, medicina integrativa, permacultura, propostas educativas, nova economia, ativismo, produtos conscientes e diversas oficinas para uma vida em harmonia com a Natureza. No Parque Villa Lobos está previsto uma programação no auditório da biblioteca e um festival multi-artes no anfiteatro, com apresentação de bandas e causas ativistas.

Além do tribunal e de debates para a construção de políticas públicas com enfoque na educação, economia solidária e da saúde integral, será realizada uma feira de exposição de produtos e serviços.

As atividades terão início 8:30 da manhã. Um dos pontos altos do Fórum Internacional será a simulação de um tribunal ético que avaliará a tragédia que ocorreu no Rio Doce. O desastre atingiu o povoado de Bento Rodrigues, em Mariana (MG), quando houve o rompimento das barragens da Samarco e a consequente destruição ambiental em larga escala.

O Fórum visa fortalecer a luta pelos direitos da Mãe Terra transmitindo a mensagem aos participantes por meio da arte e do ativismo e não tem um fim por si só. De acordo com Ivy Frizo, umas das organizadoras voluntárias do Fórum, durante o evento será lançada a rede de apoio aos direitos da natureza, Teko Porã. “Durante o dia todo estaremos colhendo assinaturas para o lançamento da Rede Teko Porã, para que o movimento pelos direitos da Natureza fortaleça suas ações, aumente sua articulação e continue a pressionar o poder público no pós evento“.

Confira mais informações no site da Organização e no evento do Facebook:

Site – Direitos Mãe Terra

2°Fórum Internacional pelos Direitos da Mãe Terra – Evento – Facebook 

 

A Primeira Edição, México 2016

A primeira edição realizada no México, em 2016,  resultou na aprovação da Lei dos Direitos da Natureza na Cidade do México.

No Brasil, o primeiro e único município que reconhece os direitos da Mãe Terra na legislação é Bonito, no Estado de Pernambuco. Já em São Paulo, a mesma lei tramita na Câmara Municipal. De acordo com a presidente da MAPAS, Vanessa Hasson, o Fórum pode culminar na aprovação também em São Paulo. “O que me faz acreditar nisso é a grande movimentação e adesão da sociedade, autoridades do governo e universidades”.

Quando: 03 e 04 de Junho de 2018 – das 9hs às 18hs.
Onde: Parque Villa Lobos (dia 03) e Câmara Municipal de São Paulo (dia 04)

 

 

Programação de shows:

 

Programação Parque Villa Lobos – dia 03/06

 Auditório Biblioteca

9:30h Credenciamento
10:00h Mostra Ecofalante
10:50h CRIAPLAYBACK Playback Theatre
12:10h Círculo de Ação Os Direitos da Natureza como efetivação dos Direitos Humanos
13:00h Intervalo Almoço
13:30h – Círculo de Ação Uma nova economia para os Direitos da Natureza
14:30h Palestra: Direitos da Natureza no mundo
15:00h O caso do Rio Atrato
15:10h – Tribunal Ético: O caso do Rio Doce
16:20h Conselho de Visões
16:50h Tribunal Ético Deliberação: O caso do Rio Doce
17h40h – Encerramento no Festival da Natureza –  Anfiteatro

 

Anfiteatro

8:30h 8 mil tambores pelos direitos da Mãe Terra

09:10h Abertura com:

Maurício Brusadin (Secretário de Estado de Meio Ambiente), Gilberto Natalini (Vereador da cidade de São Paulo)

Maria Mercedes Sanchez (Representante da Harmony with Nature – ONU), Vanessa Hasson (Diretora ONG Mapas), Alberto Coyote (Representante Casa Latina e Caravana Arco Íris)

09:50h Ciranda inter-religiosa com:

Padre Bizon, Carlos Papa Guarani, Alberto Coyote, Verónica Sacta, Monja Heishin, Povos Xerente, Shawandawa, Krenak, Guarani e quem mais vier…

10:30h Apresentação musical povo Shawandawa

10:55h Paramadvaiti Swami

11:35h Dupla Caipira de Reggae

12:05h Declaração dos Direitos da Mãe Terra (ONU) com Doris Ragettli

12:25h Folk Opera com Nelson Denman

12:50h Comissão Guarani Yvyrupa (CGY) com Cris Takuá

13:10h Atêlie de Percurssão Fábricas de Cultura Jd São Luís e Capão Redondo

13:40h Aliança Ecossocialista Latino Americana (AELA) com Thomaz Enlazador

14:00h Apresentação povo Xerente com Cacique Sueren

14:20h Poesia Samba Soul e C de Cultura

15:10h CASA Latina com Henny Freitas

15:30h Ciranda de Gaia com Dri Reigado

15:55h Bem Viver com Célio Turino

16:15h Banda Sam Ahaim

16:45h Pacto Mundial Consciente com Adriana Bernal

16:55h Revolução da Colher com Giri

17:10h Mística e música pelas Águas com Danielea Castell

17:35h Conselho dos Povos Indígenas

18:00h Encerramento com músicos reunidos

Terça-feira, 29 de maio de 2018
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend