Deputada russa aconselha mulheres a evitarem relações sexuais com “outras raças”
Sexta-feira, 15 de junho de 2018

Deputada russa aconselha mulheres a evitarem relações sexuais com “outras raças”

Imagem: fotos públicas

Tamara Pletnyova, presidente da Comissão Parlamentar para Família, Mulheres e Crianças pediu a suas conterrâneas russas que evitem manter relações sexuais com estrangeiros “de outras raças” durante a Copa do Mundo 2018. Ela acredita que mulheres que se relacionem com estrangeiros correm o risco de se tornarem mães solteiras de crianças “mestiças”. 

A declaração foi emitida pela parlamentar ao responder uma pergunta sobre as “crianças das Olimpíadas”, termo criado para se referir às crianças de pele não branca concebidas durante os Jogos Olímpicos de 1980 em Moscou. Segundo ela, essas crianças sofrem muito preconceito por não serem identificadas como pertencentes à etnia russa.

Essas crianças sofrem e vêm sofrendo desde os anos soviéticos  

Disse Pletnyova.

Uma coisa é se elas são da mesma raça, mas a situação é outra se são de raças diferentes. Não sou nacionalista, apenas sei que as crianças sofrem

Na Rússia, o maior grupo étnico é composto pelos próprios russos, mas há dezenas de minorias no país, além de muitos migrantes da Ásia Central e da região sul do Cáucaso.

Além da questão racial, o fato de muitas dessas crianças serem filhos e filhas de mães solteiras, nascidas fora do casamento, também as colocariam em situação vulnerável na sociedade russa de acordo com a deputada. Ela disse que, mesmo que essas mães se casem com os pais estrangeiros, esses relacionamentos costumam acabar de forma problemática.

São abandonadas e é isso, [as crianças] ficam aqui com as mães

Apesar disso, a deputada afirmou que deseja que os cidadãos russos se casem “por amor, independentemente de seu grupo étnico”.

Pletnyova é membro do KPRF, Partido Comunista que costuma apoiar o presidente Vladimir Putin na maioria das votações parlamentares.

Contrariando Tamara Pletnyova, o deputado Mikhail Degtyaryov defendeu a confraternização entre russos e estrangeiros:

Quanto mais histórias de amor relacionarmos com o Campeonato do Mundo, mais pessoas de diferentes países se apaixonam e quanto mais crianças nascerem melhor. Daqui a muitos anos, essas crianças vão recordar que a história de amor dos seus pais começou durante a Copa do Mundo na Rússia em 2018

afirmou ele em entrevista à rádio Govorit Moskva.

 

Estrangeiros trazem vírus e drogas

Outro parlamentar, Alexander Sherin, alertou os russos acerca de vírus e “substâncias proibidas” que torcedores estrangeiros poderão trazer ao país. Segundo ele, os cidadãos devem tomar cuidado ao interagir com turistas, pois poderão ser infectados pelos visitantes.

A Copa do Mundo na Rússia começou nesta quinta-feira (14) e deve receber centenas de milhares de torcedores do mundo todo. O Brasil é o terceiro país que mais comprou ingressos para o Mundial: cerca de 66 mil bilhetes foram vendidos para brasileiros.

 

Com informações da Deutsche Welle (DW)

 

Sexta-feira, 15 de junho de 2018
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend