“Se não tem condições de entrar legalmente, não venham”, diz vice dos EUA em solo brasileiro
Terça-feira, 3 de julho de 2018

“Se não tem condições de entrar legalmente, não venham”, diz vice dos EUA em solo brasileiro

Foto: Agência Brasil

Durante sua visita ao Brasil na semana passada, o vice presidente dos EUA, Mike Pence, elevou o tom e discursou contra a imigração de latino-americanos para o seu país. Em pleno Palácio do Itamaraty, em frente as autoridades brasileiras, Pence defendeu a política de “tolerância zero” contra imigrantes latinos aplicada no governo Trump.

Se não tem condições de entrar legalmente, não venham.

Bradou Pence.

Assim como os EUA respeitam suas fronteiras e soberania, peço que respeitem a nossa. Como diz o presidente Donald Trump, sem fronteiras não há país.

Pence continuou, fazendo referência específica a países da América Central, como El Salvador, Honduras e Guatemala. Segundo ele, o fluxo de imigrantes ilegais oriundos desses países para os EUA foi de cerca de 150 mil pessoas nos últimos meses.

O vice de Trump terminou reafirmando o empenho de seu governo na construção de um muro na fronteira dos EUA com o México.

O presidente Michel Temer (MDB), que estava ao lado do vice estadunidense o tempo todo, não se posicionou nem mesmo tocou no assunto ao proferir seu discurso.

 

Ao menos 51 crianças brasileiras foram separadas dos pais nos EUA

O cônsul-geral adjunto do Brasil em Houston (Texas), Felipe Santarosa, confirmou que há ao menos 51 crianças brasileiras separadas dos pais nos EUA em decorrência da política instituída por Donald Trump de tolerância zero com imigrantes sem documentos. As crianças foram separadas de seus pais depois de terem cruzado a fronteira com o México.

Apesar de ter pedido a Pence autorização para envio de uma aeronave brasileira buscar as crianças, Michel Temer não recebeu resposta definitiva do vice estadunidense.

Leia mais:

Prefeito de Manaus se recusa a receber vice presidente dos EUA

Política Trump: ao menos 51 crianças brasileiras foram separadas dos pais nos EUA

Justiça ordena que EUA reúnam famílias separadas na fronteira em até 30 dias

Estados Unidos deixam o Conselho de Direitos Humanos da ONU

Aprovação do Governo Temer cai novamente para 4%


O Justificando não cobra, cobrou, ou pretende cobrar dos seus leitores pelo acesso aos seus conteúdos, mas temos uma equipe e estrutura que precisa de recursos para se manter. Como uma forma de incentivar a produção de conteúdo crítico progressista e agradar o nosso público, nós criamos a Pandora, com cursos mensais por um preço super acessível (R$ 19,90/mês).

Assinando o plano +MaisJustificando, você tem acesso integral aos cursos Pandora e ainda incentiva a nossa redação a continuar fazendo a diferença na cobertura jornalística nacional.

[EU QUERO APOIAR +MaisJustificando]

 

Assista ao programa Pandora Lab sobre o conteúdo “A Questão Palestina” com o curador Reginaldo Nasser. Nesse vídeo introdutório você terá um gostinho do que você encontrará dentro da plataforma Pandora do Justificando:

 

Terça-feira, 3 de julho de 2018
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend