Rosa Weber extingue ação do MBL que pedia inelegibilidade de Lula
Sexta-feira, 20 de julho de 2018

Rosa Weber extingue ação do MBL que pedia inelegibilidade de Lula

Foto: fotos públicas. Rosinei Coutinho/SCO/STF. 

A presidente em exercício do Tribunal Superior Eleitoral, ministra Rosa Weber, rejeitou, nessa quarta-feira (18), o pedido feito pelo Movimento Brasil Livre (MBL) para declarar inelegível o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva extinguindo a ação.

Para Rosa Weber, o pedido do MBL é genérico, ilegítimo e foi apresentado fora da hora, porque o período de convenção partidária só começa nesta sexta-feira (20)  e vai até 15 de agosto.

Dois coordenadores do MBL queriam que o TSE declarasse Lula inelegível antes mesmo desse prazo, porque o ex-presidente já teve a condenação confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre.

Ele foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex no Guarujá. Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7 de abril.

A Lei da Ficha Limpa determina que condenados por órgãos colegiados estão inelegíveis, mas a Justiça Eleitoral só analisa a restrição após o registro da candidatura.

No Twitter, o MBL anunciou que vai recorrer.

Em nota, a defesa do ex-presidente avaliou que o TSE confirmou os argumentos já apresentados pelos advogados e acrescentou que, até 15 de agosto, nada pode impedir a pré-campanha de Lula.

Fonte: Agência Pública.

Leia mais sobre os recentes episódios do caso de Lula:

STJ: Laurita Vaz nega Habeas Corpus à Lula e repreende Favreto. Leia decisão na íntegra

“Lula sabia que era inviável, pela postura da Justiça e da Mídia”

HC de Lula, o fantástico show de horrores

Gleisi: “Até Marcinho VP deu entrevista, Lula não pode?”

No hospício jurídico, Moro ficou nu

O Judiciário sou Eu

O (triste) jogo dos sete erros

Juristas pela Democracia denunciam Moro ao CNJ

A hegemonia de um setor político-partidário na justiça criminal

Da independência do juiz à tentativa de criminalização das decisões judiciais

Os reflexos de uma grave crise institucional

O TRF4 não é uma corte, é uma cidadela monárquica e absolutista

Lula é inocente da acusação de obstrução à Lava Jato; Leia a sentença na íntegra

A covardia da OAB diante dos abusos da Lava Jato


O Justificando não cobra, cobrou, ou pretende cobrar dos seus leitores pelo acesso aos seus conteúdos, mas temos uma equipe e estrutura que precisa de recursos para se manter. Como uma forma de incentivar a produção de conteúdo crítico progressista e agradar o nosso público, nós criamos a Pandora, com cursos mensais por um preço super acessível (R$ 19,90/mês).

Assinando o plano +MaisJustificando, você tem acesso integral aos cursos Pandora e ainda incentiva a nossa redação a continuar fazendo a diferença na cobertura jornalística nacional.

[EU QUERO APOIAR +MaisJustificando]

 

Sexta-feira, 20 de julho de 2018
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend