Entidades e empresas lançam Carta de Apoio à Inclusão de pessoas LGBT+ no ambiente de trabalho
Segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Entidades e empresas lançam Carta de Apoio à Inclusão de pessoas LGBT+ no ambiente de trabalho

Foto: Agencia Brasil.

Nessa quarta feira, 5 de setembro, uma iniciativa inédita fora divulgada nas mídias brasileiras. Trata-se da Carta de apoio à diversidade, ao Respeito e a Inclusão de pessoas LGBT + no ambiente de trabalho no Brasil. Essa articulação que congrega empresas nacionais e multinacionais, bem como organizações não governamentais preocupadas com a efetivação dos direitos LGBTI+, traz à tona um debate importantíssimo: a inclusão LGBTI+ no mercado de trabalho e a importância de pautar essa temática no ambiente eleitoral.

A Carta não destaca candidatos individuais. Pelo contrario, convida todos os candidatos presidenciáveis a afirmar seu compromisso com a inclusão LGBTI+ no local de trabalho. Nada mais nada menos.

Essa articulação foi liderada pelas organizações não governamentais Out & Equal Workplace Advocates, Aliança Nacional LGBTI+  e Grupo Dignidade que decidiram co-organizar esta iniciativa, por acreditarem que todas as pessoas, LGBTI+ ou não, merecem ser tratadas com igualdade, inclusão e respeito no local de trabalho.

Muitas corporações compartilham esses valores – como evidenciado pelas mais de 25 empresas que assinaram esta declaração – e queríamos dar a elas uma plataforma para que suas vozes fossem ouvidas

Diz Steve Roth, Diretor Sênior de Iniciativas Globais da Out & Equal.

Já Toni Reis, Diretor Presidente da Aliança Nacional LGBTI+, afirma que:

Diversidade, respeito e inclusão são valores que estão em jogo nas próximas eleições presidenciais no Brasil, e muito nos alegra saber que as empresas, assim como nós, estão preocupadas com a inclusão das pessoas LGBTI+ no mercado de trabalho, em respeito à Declaração Universal dos Direitos Humanos e à Constituição Federal.

Mais de 25 empresas de diferentes setores (companhias aéreas, bancos, bens de consumo, produtos químicos, hospitalidade, seguros, jurídico, mídia, farmacêutico e tecnologia), que empregam ao todo mais de 100 mil brasileiros se uniram em apoio à inclusão LGBTI+ no trabalho justamente por estarem conscientes dos seus valores de inclusão. Além disso, destacam como ações inclusivas beneficiam a economia do país e os benefícios de apoiar os talentos LGBTI+ no Brasil (maior produtividade, melhor retenção).

Você pode ler a Carta na íntegra aqui.

 

Entidades LGBTI+ 

Fundada em 1996, a Out & Equal trabalha com empresas, organizações e agências governamentais para garantir locais de trabalho diversos e inclusivos, nos quais todos os funcionários – incluindo os funcionários LGBTI+ – possam trazer tudo de si para o trabalho todos os dias.

O Grupo Dignidade foi fundado em 1992 em Curitiba tendo como foco a defesa e promoção dos direitos humanos das pessoas LGBTI+, assim como a promoção de sua saúde. Além de atuar localmente, vem trabalhando ativamente em prol de questões LGBTI+ no âmbito nacional, contribuindo para políticas federais para LGBTI+ e agindo como amicus curiae no Supremo Tribunal Federal em decisões fundamentais como o direito à união estável entre pessoas do mesmo sexo e o direito das pessoas trans de autodeclarar a identidade de gênero e retificar o gênero e o nome em todos os registros oficiais.

A Aliança Nacional LGBTI é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos registrada legalmente em 2003. Desde 2016 vem atuando nacionalmente em rede. Agora tem representações em todas as 27 unidades de federação e atualmente está trabalhando para a criação de representações municipais também, sendo que 125 já foram nomeadas. Também atua na promoção e defesa dos direitos humanos e da cidadania da comunidade LGBTI+ brasileira.

#nadamaisnadamenos

Leia mais:

Bolsonaro réu: STF decide amanhã. Entidades LGBTI+ lembram supremo de sua própria jurisprudência e doutrina

Planos de governo dos presidenciáveis e os direitos humanos LGBTI

Cidadania das pessoas trans: avanço na OMS e continuidade de atendimento no SUS

 


O Justificando não cobra, cobrou, ou pretende cobrar dos seus leitores pelo acesso aos seus conteúdos, mas temos uma equipe e estrutura que precisa de recursos para se manter. Como uma forma de incentivar a produção de conteúdo crítico progressista e agradar o nosso público, nós criamos a Pandora, com cursos mensais por um preço super acessível (R$ 19,90/mês).

Assinando o plano +MaisJustificando, você tem acesso integral aos cursos Pandora e ainda incentiva a nossa redação a continuar fazendo a diferença na cobertura jornalística nacional.

[EU QUERO APOIAR +MaisJustificando]

 

Segunda-feira, 10 de setembro de 2018
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]