Escócia é primeiro país do mundo a aprovar educação sobre LGBTI+ nas escolas
Sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Escócia é primeiro país do mundo a aprovar educação sobre LGBTI+ nas escolas

Por Daniel Caseiro. Com informações do The Guardian

Nesta sexta feira (9), os ministros do parlamento escocês aprovaram uma medida histórica que torna a Escócia o primeiro país do mundo a incorporar o ensino dos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais no currículo escolar.

Com a medida, as escolas públicas serão obrigadas a trabalhar com seus alunos conceitos e dados sobre igualdade, identidade de gênero, casamento igualitário, a história dos movimentos LGBTI+ e o combate a homofobia e a transfobia.

“A Escócia já é considerada um dos países mais progressistas da Europa para a igualdade LGBTI. Tenho o prazer de anunciar que seremos o primeiro país do mundo a ter uma educação inclusiva para LGBTI inserida no currículo”, disse o vice-primeiro ministro, John Swinney. “Nosso sistema de educação deve apoiar a todos para que alcancem seu pleno potencial. Por isso é vital que o currículo seja tão diverso quanto os jovens que aprendem em nossas escolas ”.

A nova legislação é fruto da campanha “Tempo para Educação Inclusiva” (“Time for Inclusive Education” ou TIE em inglês), organizada por grupos de trabalho e de ativismo LGBTI+ do país.

Um estudo encomendado pela TIE mostrou que nove em cada dez escoceses que se identificam como LGBTI+ já sofreram homofobia na escola, e 27% relataram alguma tentativa de suicídio após serem vítimas de bullying. O estudo também descobriu que havia pouca compreensão nas escolas sobre o preconceito contra pessoas com variações de características sexuais e corpos intersexuais. Como resultado do estudo, uma série de recomendações foi encaminhada ao governo para lidar com a questão.

O parlamento aceitou, na íntegra, as recomendações da TIE.

Para Jordan Daly, cofundador da campanha TIE, esta medida encerra o “legado destrutivo” da seção 28, uma lei introduzida no país em 1988 que proibia as autoridades locais do Reino Unido de “promover” a homossexualidade. Essa legislação foi revogada na Escócia em 2001 e no resto do Reino Unido dois anos depois.

“Esta é uma vitória monumental para a nossa campanha e um marco histórico para o nosso país. A implementação da educação inclusiva LGBTI em todas as escolas do Estado é uma medida pioneira no mundo. Em um momento de incerteza global, isso envia uma mensagem forte e clara aos jovens LGBTI de que eles são valorizados aqui na Escócia”, disse Jordan.

Leia mais:


O Justificando não cobra, cobrou, ou pretende cobrar dos seus leitores pelo acesso aos seus conteúdos, mas temos uma equipe e estrutura que precisa de recursos para se manter. Como uma forma de incentivar a produção de conteúdo crítico progressista e agradar o nosso público, nós criamos a Pandora, com cursos mensais por um preço super acessível (R$ 19,90/mês).

Assinando o plano +MaisJustificando, você tem acesso integral aos cursos Pandora e ainda incentiva a nossa redação a continuar fazendo a diferença na cobertura jornalística nacional.

[EU QUERO APOIAR +MaisJustificando]

Sexta-feira, 9 de novembro de 2018
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]