O que não te contaram sobre a maconha
Sexta-feira, 15 de março de 2019

O que não te contaram sobre a maconha

Nesta sexta-feira, 15 de março, o Justificando lança o terceiro episódio do Programa “Que droga é essa?”, dessa vez sobre maconha, porque é uma das drogas mais utilizadas e que as pessoas têm mais dúvidas sobre o tema. A partir de agora, o programa irá tratar das substâncias de maneira individual. Passaremos por outras como álcool, cocaína, Crack, MDMA, entre outras. Neste primeiro episódio Gabriel Pedroza destrincha o proibicionismo, faz um histórico da planta e explica como reduzir os riscos no seu consumo.

O primeiro episódio da série, intitulado “Explicando o que é droga para os seus pais” traz as definições acerca do que é uma droga, quais são os seus tipos, o que está por trás da criminalização de algumas e outros tópicos. O segundo episódio fala sobre redução de danos, que é o que tem de mais novo e eficaz no mundo quando lidamos com as questões políticas envolvendo drogas.

A iniciativa é um projeto do Justificando, cuja missão é ampliar o engajamento da população no debate e conscientização sobre o uso de drogas e políticas públicas, com uma narrativa antiproibicionista, pautada em estudos e ciência, contrastando com o usual sensacionalismo moralista da mídia convencional.

A série tem como uma das referências o sucesso holandês DrugsLab, mas diferentemente da gringa, a brasileira conta com uma densidade de conteúdo maior, servindo de material para leigos e estudiosos. Nessa primeira temporada, com 10 episódios, mergulhamos na história das substâncias mais utilizadas pela população, trazendo informações sobre suas descobertas, aplicações, efeitos, riscos e estratégias de cuidado.

Gabriel Pedroza, apresentador e roteirista da série, é psicólogo e trabalha diretamente com redução de danos. Foi também tutor de cursos EAD sobre drogas na USP voltados para operadores do direito como policiais, escrivães, advogados, entre outros.

O “Que Droga É Essa?” foca em dar um panorama histórico, social e químico sobre as drogas ilegais e legais mais usadas pela população. Com uma pesquisa minuciosa de mais de um ano, a roteirização foi pensada com apoio de diversos especialistas e organismos que trabalham diariamente com a questão.

Para o editor do Justificando, produtor e entusiasta do projeto, André Zanardo, este programa se dispõe a qualificar o debate, mesmo que isto incomode os setores mais conservadores da sociedade. “O objetivo principal é informar a população e educá-la em relação aos entorpecentes, prevenindo riscos e quebrando estereótipos acerca destas substâncias. Mas é claro que você não encontrará no Justificando uma política proibicionista e punitivista, mas sim esclarecedora sobre os males e os benefícios que tais substâncias provocam na vida das pessoas. Sob a ótica social, fica claro logo no primeiro episódio que queremos levantar bandeiras de paz e decretar o fim da guerra às drogas.”

Já para o apresentador e roteirista, Pedroza, “vivemos hoje uma conjuntura política repressora, moralista, retrógada  e perigosamente conservadora. Ao mesmo tempo, temos projeto de Lei no Senado visando a descriminalização do cultivo da cannabis para uso próprio e a votação no STF que será retomada no segundo semestre de 2019, sobre a constitucionalidade do art. 28 (da Lei 11.343/06), sobre porte de drogas – o que decidirá a descriminalização, ou não, de diversas drogas no Brasil, que será um gamechanger. Por isto, 2019 será um ano denso e turbulento. Devemos aproveitar essa oportunidade para trabalhar com o caos e remodular o pensamento popular”.

Os episódios da primeira temporada contam com gravação de Guilherme Rocha e assistência de Isabella Barboza. A curadoria gráfica e identidade visual foi realizada por Paula Macedo e Akuosa Solução. A edição é de responsabilidade da produtora audiovisual ‘Filmes de Rei’, com a edição e finalização de Renan Almeida.

O primeiro episódio, intitulado “Explicando o que é droga para os seus pais” traz as definições acerca do que é uma droga, quais são os seus tipos, o que está por trás da criminalização de algumas e outros tópicos. O segundo episódio fala sobre redução de danos, que é o que tem de mais novo e eficaz no mundo quando lidamos com as questões políticas envolvendo drogas.

 

Leia mais:

Justificando lança série no Youtube para falar com usuários e não usuários de drogas

Redução de danos é tema do segundo episódio da série do Justificando “Que Droga é essa?”

Úteros do mundo, uni-vos!

Com 9 mulheres ativistas, Anistia Internacional promove maior campanha de direitos humanos do mundo


O Justificando não cobra, cobrou, ou pretende cobrar dos seus leitores pelo acesso aos seus conteúdos, mas temos uma equipe e estrutura que precisa de recursos para se manter. Como uma forma de incentivar a produção de conteúdo crítico progressista e agradar o nosso público, nós criamos a Pandora, com cursos mensais por um preço super acessível (R$ 19,90/mês).

Assinando o plano +MaisJustificando, você tem acesso integral aos cursos Pandora e ainda incentiva a nossa redação a continuar fazendo a diferença na cobertura jornalística nacional.

[EU QUERO APOIAR +MaisJustificando]

Sexta-feira, 15 de março de 2019
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend