Justiça substitui prisão por tratamento voluntário para dependente químico acusado de furto
Sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Justiça substitui prisão por tratamento voluntário para dependente químico acusado de furto

A pedido da Defensoria Pública, a Justiça substitui a prisão de um rapaz, dependente químico e acusado de furto, por tratamento médico voluntário e em liberdade. O caso ocorreu na comarca de Ribeirão Preto.

O Defensor Público Genival Dantas Junior, responsável pela defesa do homem, conta que quando foi ao Centro de Detenção Provisória para realizar atendimento ao acusado, preso preventivamente, lembrou-se que já atuava em favor dele em outro processo, também por acusação de furto. Ele relatou à Defensoria ser dependente de crack e ter total interesse em procurar por tratamento.

Um exame toxicológico realizado em maio deste ano, no outro processo criminal, atestava a dependência química do acusado.

O Defensor Genival, então, realizou pedido para que a prisão fosse substituída por tratamento, de acordo com indicação médica. “Constatando a dependência química do autor de crime, a Justiça deverá oferecer-lhe o tratamento devido”, argumentou.

Diante do pedido apresentado, a Juíza Carolina Moreira Gama, da 2ª Vara Criminal de Ribeirão Preto, determinou a soltura do acusado, dando-lhe prazo de 48 horas para que se apresentasse aos assistentes sociais que atuam no Fórum local, visando seu encaminhamento para um local de tratamento. Com informações da Assessoria de Comunicação do Defensoria Pública de São Paulo.

 

Sexta-feira, 19 de agosto de 2016
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend