Despejo da Izidora está entre os 7 conflitos de terra mais graves do mundo
Terça-feira, 11 de outubro de 2016

Despejo da Izidora está entre os 7 conflitos de terra mais graves do mundo

Desde que o Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, no fim de setembro, determinou a reintegração de posse na região do Isidoro, em Belo Horizonte, famílias, ativistas e entidades de direitos humanos estão apreensivos com as violações de direitos humanos e a falta de perspectiva de solução na área.

A região encampa três ocupações (Rosa Leão, Vitória e Esperança), as quais abrigam mais de 8 mil famílias, estimando-se em mais de 30 mil pessoas. O gigantesco número de pessoas que se instalaram na área ociosa não foi sequer considerado pela decisão do Tribunal, que tem ciência de que a polícia e o Estado de Minas não tem condições materiais de fazer a reintegração, como também de realocar as famílias.

Caso é tão grave que foi selecionado dentre outros 88 conflitos de terra para ser apreciado no Tribunal Internacional de Despejos, durante o Fórum Social Urbano Alternativo e a Conferência das Nações Unidas, que acontece dia 17 de outubro, em Quito (Equador).

O Tribunal é uma ferramenta de articulação a serviço das organizações de habitantes e de todos os sujeitos que defendem o direito à moradia e à terra. O objetivo do Tribunal é reforçar o reconhecimento, as propostas e as lutas contra as violações desses direitos nos níveis local, nacional e global. O Tribunal visa também chamar a atenção para as ameaças e as violências de todo tipo exercidas contra os defensores desses direitos.

Leia também: Izidora: o direito à moradia no maior conflito fundiário urbano da América Latina

As recomendações tiradas durante o Fórum são encaminhadas às Nações Unidas e aos Governos com o propósito de garantir o direito à segurança da moradia e da terra.

Terça-feira, 11 de outubro de 2016
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend