Falta representação feminina nas eleições de SP desde 2008, aponta Procuradoria
Terça-feira, 18 de outubro de 2016

Falta representação feminina nas eleições de SP desde 2008, aponta Procuradoria

30 cidades paulistas não elegeram nenhuma vereadora desde 2008 e quase 25% dos municípios do estado de São Paulo não elegeram uma vereadora em 2016. É o que revela o levantamento da Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo (PRE-SP), relativo ao número de mulheres eleitas no primeiro turno das eleições deste ano no estado de São Paulo. Foram analisados os dados das eleitas para a Prefeitura e para a Câmara Municipal de todos os municípios paulistas.

Neste ano, dos 645 municípios, 159 não elegeram vereadoras (24,6% do total) e, desses, 148 também não terão prefeita. Isso significa que pela terceira eleição consecutiva – 2008, 2012, 2016 – os municípios ficaram sem representação feminina.

Segundo os dados apresentados pela Procuradoria, Diadema, um município com 330.918 eleitores, não terá sequer candidata a prefeita, e a candidata a vereadora mais votada ficou apenas em 31º lugar, bem abaixo dos 21 eleitos.

Além disso, em 2008, 198 municípios não elegeram mulheres para seus Legislativos e, em 2012, 166 não o fizeram – ficando assim, com legislativo majoritariamente masculino. Os números, no entanto, indicam uma tendência de aumento, ainda que pouco, da presença feminina nos cargos legislativos municipais.

Terça-feira, 18 de outubro de 2016
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend