CNJ adia julgamento sobre pena de censura à juíza Kenarik Boujikian
Terça-feira, 13 de junho de 2017

CNJ adia julgamento sobre pena de censura à juíza Kenarik Boujikian

Foto: Fernanda Valente/Justificando

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) adiou o julgamento da pena de censura aplicada a juíza Kenarik Boujikian pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) que estava marcado para esta terça (13). O caso poderá voltar à pauta ainda no final deste mês, em 27 de junho.

Além da ampla repercussão na comunidade jurídica, o julgamento aconteceria após o procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, emitir um parecer contra a condenação da magistrada, acusada de conceder liberdade a 11 presos provisórios que cumpriam pena a mais tempo do que a pena fixada em suas sentenças. 

Um dos motivos para o julgamento ter sido adiado foi a posse da nova conselheira do CNJ, Maria Tereza Uille. Segundo a assessoria de imprensa do CNJ, a prorrogação é “porque outros itens foram julgados antes”. 

Leia também: Comunidade jurídica se indigna com a condenação de Kenarik Boujikian pelo TJ-SP

Série “Mulheres no direito” – Kenarik: “Defendo os direitos fundamentais e acredito que todo agente de estado deve defender”

De acordo com Janot, a juíza “proferiu decisões de acordo com sua consciência, de forma motivada e com amparo em interpretação razoável da lei. Mais do que isso, agiu na defesa dos direitos dos réus, mesmo que de forma a contrariar a jurisprudência da Corte estadual“.

Assista ao “Coisas que você precisa saber” sobre o caso:

Terça-feira, 13 de junho de 2017
Anuncie

Apoiadores
Seja um apoiador

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 175 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

Justificando Conteúdo Cultural LTDA-EPP

[email protected]

Send this to a friend